As 10 melhores trilhas do mundo

As 10 melhores trilhas do mundo

 

 

extremos.com.br escolheram as 10 mais clássicas trilhas do mundo. Todas elas requerem uma certa dose de experiência, pulmões fortes, pernas em forma e uma boa dose de força de vontade. Entretando se você optar por uma destas trilhas, será recompensado por experiências para uma vida toda.

1

1º – Trekking ao Acampamento Base do Everest, no Nepal – São 180km de trilhas, atingindo uma altitude máxima de 5.545m no Kala Pattar. A caminhada passa por cenários espetaculares como vales, montanhas, glaciares e tendo a companhia por vários dias do Ama Dablam (na foto). Uma das maiores dificuldades além do trekking é a aclimatação. Para os mais experientes vale a pena a volta pelo Chola Pass. FOTO: Elias Luiz.

2

2º – GR20, na França – São 15 dias e 168km de uma exigente trilha através da Córsega. Atravessa uma grande diversidade de paisagens, há florestas, paisagens lunares de granito, crateras, lagos glaciais, torrents, turfeiras, maquis, picos nevados, planícies e Neves (trechos de gelo formado a partir de neve). Mas isso não vem fácil: o caminho é pedregoso e, às vezes íngreme, e inclui pontes frágeis e pedras escorregadias. FOTO: Jean-Baptiste Bellet

3

3º – Trilha Inca, no Peru – Esta trilha de 33 km que foi criada pelos Incas é percorrida por milhares de pessoas todos os anos. A trilha vai do Vale Sagrado a Machu Picchu o seu caminho é sinuoso para cima e para baixo e ao redor das montanhas, tendo três passagens de alta rota. Tem lindas vistas de picos nevados, florestas e montanhas encobertas de neblina, e finalizando na beleza de Machu Picchu. É a trilha mais famosa da América do Sul. FOTO: Elias Luiz

4

4º – Baltoro Glacier e K2, no Paquistão – Este corredor de gelo leva ao K2, segundo pico mais alto do mundo. Esta jornada incomparável percorre algumas das paisagens mais lindas do planeta. Começa seguindo rios de gelo, depois por glaciares até chegar às montanhas de granito piramidal incluindo Paiju (6.610 m, 21.686 m), Biaho Uli (6.417 m, 21.053 m), Great Trango Tower (6.286 m, 20.623 m) e, finalmente, o K2. São 15 dias de trekking. FOTO: Maria Chily

5

5º – The Narrows, nos EUA – Uma trilha de 26 km através cânions esculpidos ao longo de séculos pelo rio Virgin, o Narrows, em Zion National Park. O percurso é feito pelo rio, com mais da metade da caminhada em parte rasa e, por vezes, nadando. A caminhada pode ser percorrida em um dia, embora algumas pessoas escolham fazer em um ritmo mais tranquilo para ver os jardins suspensos e fontes naturais e assim passam uma noite no camping. FOTO: Adam Belles

6

6º – Monte Roraima, entre Venezuela e Brasil – Monte Roraima “o mundo perdido”. Considerado um dos lugares mais antigos do planeta, o Monte Roraima se encontra na divisa dos três países da América do Sul: Brasil, Venezuela e Republica da Guiana. Além de apresentar uma grande biodiversidade com lavrados, serras e florestas densas e tepuis, Roraima possui ainda como um grande atrativo a cultura indígena de 116 etnias diferentes. São 8 dias de trilhas. FOTO: Elizeu Frechou

7

7º – Overland Track, na Austrália – Na Tasmânia este é o deserto mais acessível, com 80km a ser percorrido entre 5 ou 6 dias. Serpenteando o seu caminho entre Cradle Mountain e Lake St Clair (lago natural de água doce mais profunda da Austrália), o caminho passa montanhas escarpadas, belos lagos, extensas florestas e pântanos. Quem quiser mais há várias caminhadas levando a cachoeiras, vales e cumes nevados, incluindo o Monte Ossa (1.614 m). FOTO: Brewbooks

8

8º – Torres del Paine, no Chile – Através do circuito “W” você conhecerá profundamente as maravilhas desse parque, entre elas os vales Las Torres, Francês e Glaciar Grey, além de lagos e glaciares encantadores e os famosos bosques patagônicos. É um circuito imperdível para os amantes de trekking e de atividades ao ar livre. Para os mais experientes há a opção do Circuito O, que dá a volta toda no parque. FOTO: Elias Luiz

9

9º – A rota Haut, na França – Saindo de Chamonix, na França através do sul de Valais até Zermatt na Suíça , a rota percorre algumas das paisagens mais bonitas e acessíveis dos Alpes. São duas semanas de trekking para completar este maravilhoso percurso, onde você passará vales, avistará picos nevados, cachoeiras e precisará de uma boa aclimatação.FOTO: Perry Maurice

10

10º – Routeburn Track, na Nova Zelândia – Veja a paisagem deslumbrante subalpine do sul da Nova Zelândia. Em três dias e meio de caminhada e 32km percorridos. A trilha passa por dois parques nacionais: Fiordland e Mt Aspirantes. Entre os destaques estão os pontos de vista de Harris Sela e no topo do monte cónico – de onde você pode ver as ondas quebrando na praia distante. O principal desafio é conseguir uma vaga, pois há limite de permissões por temporada. FOTO: Kiwinz

 

E ai? Vai encarar?

 

Post author

Enxergar o mundo em primeira pessoa não quer dizer ser egoísta. É ser matuto, velhaco, só acender o cigarro se for pra tragar, nada a ver com molecagem fogo de palha. TRUE LOVE representa o amor próprio da forma mais nua e crua, é canção de marujo bêbado senhor e dono de seu próprio futuro e sorte, risada de pirata, pin-up de pára-choque.

There are 2 Comments

  1. Posted by Nakamura Reply

    Que Loucura , esse nosso planeta é maravilhoso . Quero poder visitar e concluir alguns passeios desses .
    E pra quem nao sabe nosso Brasil tem muitos locais
    http://www.mochileiros.com/guia-do-mochileiro-f95.html

  2. Posted by João Reply

    Show de fotos gostei muito. Se tiver mais pode mandar. Parabéns!

Leave a Reply