Pesquisa sugere ligação genética entre doenças mentais e criatividade

Pesquisa sugere ligação genética entre doenças mentais e criatividade

 

Depois de observar dados genéticos retirados de mais de 150 mil pessoas, pesquisadores descobriram que pessoas com capacidade criativa elevada carregam mais genes ligados a alguma predisposição a doenças mentais – como esquizofrenia ou transtorno bipolar.

Esta não é a primeira vez que é sugerida uma ligação genética entre doenças mentais e criatividade. Muitas das mentes mais brilhantes da humanidade travaram verdadeiras batalhas contra problemas mentais, ajudando a reforçar o estereótipo de “artista louco”. Uma série de estudos ao longo das últimas décadas também colaborou para a hipótese. No entanto, a evidência genética era bastante irregular – até agora.

Na nova pesquisa, uma equipe de cientistas da deCODE Genetics, empresa biofarmacêutica islandesa, observou as informações genéticas de 86 mil islandeses. Eles descobriram que os indivíduos que trabalhavam em uma profissão considerada ‘artística’ eram 17% mais propensos a ter alguma variante genética ligada à bipolaridade ou esquizofrenia do que os não-artísticos. A equipe refez a pesquisa na Holanda e na Suécia, e descobriu que, neste subgrupo, os criativos eram quase 25% mais propensos a transportar os genes de transtornos mentais do que os outros cidadãos.

O estudo é válido?
Muitas críticos questionam a autenticidade do estudo. Afinal, os pesquisadores usaram as profissões das pessoas como definição de criatividade, ignorando totalmente a capacidade criativa de indivíduos que não trabalham com arte.

No entanto, o CEO da deCODE genetics, Kari Stefansson, espera que os resultados ajudem a colocar as doenças mentais em um patamar mais positvo. “Para ser criativo, você tem que pensar de forma diferente”, disse Stefansson. “E quando nós somos diferentes, nós temos uma tendência a ser rotulado estranho, louco e até mesmo louco”.

Fonte: Revista Galileu

Post author

Enxergar o mundo em primeira pessoa não quer dizer ser egoísta. É ser matuto, velhaco, só acender o cigarro se for pra tragar, nada a ver com molecagem fogo de palha. TRUE LOVE representa o amor próprio da forma mais nua e crua, é canção de marujo bêbado senhor e dono de seu próprio futuro e sorte, risada de pirata, pin-up de pára-choque.

Leave a Reply